Fon-Fon
Gal Costa

Esta buzina não tem bom som
Eu gosto mais da que faz assim, fon-fon
Mas não avances, olha o sinal
Podes partir o diferencial
Teus olhos verdes me disseram: pode entrar
Acelerei não é possível mais parar
Tu tens mais curvas que o trampolim
E a tua boca é um precipício para mim
Não faz assim...
Quando passarmos lá no Leblon
Pra turma ver vou fazer assim: fon-fon
Mas eu não entro num páreo assim
Em que o desastre é feito só pra mim
Não tenhas medo que eu sou bom na direção
Não corro muito e ando sempre em minha mão
Queres fazer-me o teu fon-fon
É... mas eu não vou nessa conversa de fon-fon