Goleiro (Eu Vou Lhe Avisar)
Gal Costa

Eu vou lhe avisar
Goleiro não pode falhar
Não pode ficar com fome
Na hora de jogar
Senão, um frango aqui, um frango ali
Um frango acolá

Já vai tarde mais um articulador respeitado

Com a autoridade baleada
O peso do destino
Na mira da lei, na marca do pênalti
O fim de um charme
Discreto e nublado
Trivial
Alguém esqueceu a bola de cristal

Que delícia de malícia a espera da guerra

ele sonha com o paraíso
E tenta a sorte nos números
Pensando nela
Disposto a tudo, bate cabeça
Bate tambor
Numa trama milionária e perigosa
Ele quer o Jardim do Éden
Trivial
Novamente esqueceram a bola de cristal

Eu vou lhe avisar
Goleiro não pode falhar
Não pode ficar com fome
Na hora de jogar
Senão, um frango aqui, um frango ali
Um frango acolá