Jabitacá
Gal Costa

Mesmo com todas as coisas esquecidas entre nós
Até no apagar das velhas rendas coloridas, eu te amo
Nos nomes escritos no chão
Nos riscos de vidro na pedra

Acontece nas manhas
Que eu não vejo seu caminho
Acontece nos caminhos em que ando só
Sopro as nuvens que escondem
As estrelas de guiar

Mas não me deixe navegar
Se já não crê no encanto deste mar
Se nossas manhas se perderam nas ruas sem jardins
Enfeitou a nossa casa
Com a rosa da mais bela cor
Encontrada nas montanhas do Jabitacá

Quando nada for mais longe
E acontecer de ser voce no meu caminho
Mas meu amor
Mesmo com todas as coisas escondidas
Até no por do sol da madrugada
E as placas baleadas pela estrada

Acontece nas manhas
Que eu não vejo seu caminho
Acontece nos caminhos em que ando só
Sopro as nuvens que escondem
As estrelas de guiar