Luz do Mundo
Gal Costa

Eu sou a luz do mundo
E ninguém me vê aqui
Eu sou o sal da terra
E ninguém me sabe aqui
Brincando de existir
Ninguém pode me pegar
Eu sou a voz da vida
Nada vai me calar
Pivete, capitão da areia, trombadinha
A imensidão da noite para habitar
A lua, mas se essa rua fosse minha
Meu caminho, meu sono, meu zanzar
No chá de chuva fria
E sol de aquecedor
Cama de viaduto
Carros de cobertor
Letreiros de Bê A Bá
Vitrines de ver TV
Beijo de cola e colo
De esmola pra comer
Pivete, capitão da areia, trombadinha
A imensidão da noite para habitar
A lua, mas se essa rua fosse minha
Meu caminho, meu sono, meu zanzar
Dorme, menino
Vem menino, perto de mim