Me Recuso
Gal Costa

Me recuso a ficar só
Antes mal acompanhada
Pelo menos eu tenho com quem brigar
Ou talvez alguém pra amar
Afinal, tudo é relativo aos bons costumes do lugar
Tudo é relativo aos bons costumes do lugar

Só, só, só, só, só, só, só
Me recuso a ficar
Só, só, só, só, só, só, só

Eu só sei que a gente nunca
Eu só sei que a gente nunca deve
A gente nunca deve dizer nunca
Já pensou como seria chato
Já pensou como seria chato

Chá, chá, chá, chá, chá chato
Tudo isso é muito
Chá, chá, chá, chá, chá chato

Morar sozinha num palácio
Eu prefiro uma casa de sapé
Um homem, uma mulher
Se bem que a grana ainda ajuda
Mas um dia a sorte muda
Afinal, a inocência não dura a vida inteira
Brinque de ser sério, leve a sério a brincadeira

Só, só, só, só, só, só, só
Me recuso a ficar
Só, só, só, só, só, só, só