Dinamarca
Gilberto Gil

Capitão do mar
Homem tão do mar
Do mar amar, como a um irmão

Capitão do mar
Homem tão do mar
Lembres que o mar também tem coração

Saudades, sim
O mar tem de ti
O mar triste e só
Depois do dia em que tu partistes, ó

Saudades, sim
o nórdico mar
Mar dinamarquês
Pede que venhas navegá-lo outra vez

Capitão do mar
Terás que voltar
Terás que vir uma vez mais

Nova embarcação,
Nova encarnação,
Nova canção, novo amor, novo cais

O mar e nós
Amigos fiéis
Amigos leais
Aqui a esperar teus novos sinais

O mar e nós
O norte, os confins
A barca, os canais
A Dinamarca e os seus carmins boreais