Abaiara Ce
Hinos

No abraço das serras nascestes,
A natureza te ensina a viver:
Sempre fértil, feliz, dadivosa,
Ensinando teu filho a crescer.

Tradição é raiz bem profunda,
Que jamais força alguma erradica,
Com a Fé nas verdades supremas,
Serás sempre mais nobre e mais rica.

Salve povo, glorioso, imortal,
Sertanejo, herói, varonil,
Construtor, eficaz, denodado,
De Abaiara e do nosso Brasil.

Abaiara ó grande senhora,
Como a língua tupi já dizia,
Tens a benção da grande senhora,
Mãe de Deus Coração de Maria.

Tua igreja tão simples tão bela,
Do teu povo a fé viva traduz,
Tua história de paz e de luta,
A vitória teus filhos conduz.

Salve povo, glorioso, imortal,
Sertanejo, herói, varonil,
Construtor, eficaz, denodado,
De Abaiara e do nosso Brasil.

Como é grande este povo tão pobre,
Quanta graça no humilde roceiro:
Que alegria na paz do trabalho,
No aboio do nosso vaqueiro.

Nesta terra o poeta enriquece,
Vê motivos pra se inspirar:
O penacho da cana viçosa,
O coqueiro o gentil farfalhar.

Salve povo, glorioso, imortal,
Sertanejo, herói, varonil,
Construtor, eficaz, denodado,
De Abaiara e do nosso Brasil.

A escola é a grande esperança,
De marcar tua libertação,
Valoriza esta fonte de luz,
Para o brilho da nossa nação.

Abaiara, ó terra bendita,
Oásis fértil do nosso sertão,
Bem unidos queremos servir-te,
De mãos dadas num só coração.

Salve povo, glorioso, imortal,
Sertanejo, herói, varonil,
Construtor, eficaz, denodado,
De Abaiara e do nosso Brasil.