Cruzeiro do Oeste
Hinos

Demandando o agreste sertão.
Das bandeiras jesuítas imortais.
A marcharem buscando ideais.
Pois, fundaram plena de sucesso.
Cruzeiro do Oeste, sentinela do progresso!

Dos albores da história
És testemunha, ó cidade!
Eis que surge a vitória
Cheia de felicidade!

Berço de amor e amizade.
Terra mais linda não há.
Viverás a eternidade
Recanto feliz do Paraná!

Estes campos verdejantes.
Sua beleza singular
Que teus triunfantes
Não se cansem de exaltar!

Estas tantas riquezas mil.
É preciso que se somem
O valor do povo varonil
A fé que ensina o seu nome!

Berço de amor e amizade.
Terra mais linda não há.
Viverás a eternidade
Recanto feliz do Paraná!