Ilha Solteira
Hinos

Neste fértil torrão bandeirante
onde a ordem e paz se irmanam
tu progrides cidade vibrante
e de ti os teus filhos se ufanam

És lavoura, energia, trabalho
que sustentam o comércio febril
és escola bendito agasalho
onde cresce o menino Brasil

E as águas do lago mirando
sob a benção do céu da fronteira
neste hino diremos cantando
nós te amamos, oh! Ilha solteira!

És aceno de mão na fronteira
ao que gosta do chão mourejar
és convite fraterno ao que queira
a escarpa das letras galcar

Teu passado só fala de glória
teu presente é labor incessante
teu futuro somente a história contará
mas será mui brilhante

E as águas do lago mirando
sob a benção do céu da fronteira
neste hino diremos cantando
nós te amamos, oh! Ilha solteira!

Frente a deus de joelhos orando
frente aos povos, altiva, faz jus
teu progresso irás revelando
para frente marchar cidade luz

E as águas do lago mirando
sob a benção do céu da fronteira
neste hino diremos cantando
nós te amamos oh! Ilha solteira