Ipeúna - SP
Hinos

Um sonhador
Alma rica e generosa
Honra e glória dos Barbosa
Repartindo o que era seu

Foi a origem
De uma história bem singela
Que nasceu numa capela
Que, com fé ali se ergueu

No chão regado
Pelo orvalho da bonança
Brota no verde a esperança
Onde o arado fez seu vinco

E a fé tão viva
Pela cruz sempre marcada
Fez Santa Cruz da Invernada
Da Boa Vista e Passa Cinco

Minha Ipojuca
Que também tem nome novo
Tem na alma do seu povo
O amor, o afã e o afinco

Árvore mãe, meu frondoso Ipê
Assim é você: tronco, ramo e flor
Ipeúna é uma família
É uma árvore de amor

A mão de Deus
Com ternura e suavidade
Vem cobrir minha cidade
Que nasceu como a canção

Um céu aberto
Se projeta além dos montes
Descortinando horizontes
Que enternecem o coração

Quem teve a graça
De nascer nesta cidade
Sabe sentir na amizade
A grandeza de ser gente

Braços abertos
Corações entrelaçados
Todos em Deus irmanados
É o que faz viver contente

E todo um povo
Canta em versos, louva em prosa
Glória a Vicente Barbosa
Que será sempre presente