Londrina (Paraná)
Hinos

Londrina!

Cidade de braços abertos

A todos os filhos do nosso Brasil!

E a todos aqueles de pátrias distantes

Que aqui, confiantes,

Sob um pálio anil,

Seu lar construíram

E aos filhos se uniram

E aos filhos se uniram

Do nosso Brasil!

Londrina!

Cidade que sobe, que cresce,

Que brota e floresce,

Que em frutos se expande,

Que a Pátria enriquece,

E que alta, e que grande

O encanto oferece

De sempre menina!

Londrina!

Das matas e das derrubadas!

Londrina!

Das roças de espigas dobradas!

Das filas cerradas de pés de café!

Dos grandes poentes! Das tardes douradas!

De escolas ao longo das longas estradas!

Do arado, do livro, da indústria e da fé!

De braços abertos, dá pouso e guarida,

A todos que a buscam, materna e gentil.

Porém, destemida, se os brios lhe ofuscam,

Sói ser atrevida, impávida, hostil!

Seu solo fecundo, feraz, generoso

A quem, carinhoso, lhe deita a semente,

Por uma dá mil.

Padrão de trabalho plantado na história!

Londrina!

Cidade que um povo viril

Ergueu para a glória do nosso

Brasil!