Pato Bragado
Hinos

Num episódio que a mãe natureza
Caprichosa humildemente armou
Se origina com toda a beleza
A história que te consagrou
De um navio que estava ancorado
E no Porto Britânia encalhou
Que chamavam de Pato Bragado
E o teu nome feliz inspirou

Estribilho

Já nasceste tão forte e pujante
Sob um céu do mais puro azul
Teu progresso se fez fulgurante
Com os pioneiros chegados do Sul
Pato bragado meu amado torrão
Viverás eternamente no meu coração

Majestoso a fronteira protegendo
Este Lago que encanta e seduz
São Francisco e o Rio Branco irrigando
As riquezas que o solo produz
A mandioca e a soja altaneira
Junto ao trigo e o milho em flor
Fazendo desta bacia leiteira
Um cenário de intenso labor