Porto Ferreira
Hinos

Outrora, entre vergéis, quando escondida,
a História em teus caminhos perfilou;
fôste, por certo, a Bela Adormecida;
que, o beijo do Futuro, despertou.
Contemplaste o passado e, da saudade,
teu povo uma cidade edificou.

Salve, Porto Ferreira,
doce rincão que, aos filhos, traz orgulho!
Bendita seja a data sobranceira,
vinte e nove de julho!

Hoje a industria é o teu lema, e por recesso
tens, de escolas, o pálio altivo e são.
- Chaminés, monumentos do progresso!
- Estudantes, bandeiras da instrução!
Nos lampejos dos livros e do malho
tu fazes, do trabalho, uma canção

Hoje a industria é o teu lema, e por recesso
tens, de escolas, o pálio altivo e são.
- Chaminés, monumentos do progresso!
- Estudantes, bandeiras da instrução!
Nos lampejos dos livros e do malho
tu fazes, do trabalho, uma canção

Salve ó Porto Ferreira da esperança!
Deus conserve bons fados para ti,
que hás de ser, hoje e sempre, na pujança,
a capital do Vale do Mogi!
Se teu povo te eleva na conquista,
é que, a seiva paulista, vibra em ti