Retirolândia - BA
Hinos

Dos retirantes, nasceu a história.
Sertão, a glória, um povo forte consagrou
a hombridade, na eternidade...
Retiro Velho, a semente, ofertou.
Do Barracão, cresceu sobrevivência.
Fertilidade, o comércio, fez florir.
Pouso de luta, na cajazeira...
O esforço humilde, a vila e as ruas, fez sorrir.
No povoado, doce alegria!
Saudade canta e dança o baile de salão.
Armazém grande, mercado, o brilho...
Festividade! No São Pedro, emoção.
A fé tão nobre, formoso manto,
sustenta a gente desta terra varonil.
Luzente tempo tornou cidade
um lugar belo da Bahia e do Brasil.

Retirolândia, tu és o lírio
de um corajoso canto de esplendor.
Retirolândia, por ser teu filho,
agradecido, louva o meu amor. (Bis)

Sisal, um verde se fez sorriso.
Na seca, a chuva lava o campo sofredor.
O sertanejo planta, contrito,
a esperança da colheita com fervor.
Pocinho, rocha de água viva.
Nos caldeirões, a natureza se banhou.
Sol florescente, matriz querida...
Praça de riso, a juventude, despertou.
Da união, a hospitalidade
é luz, presente, no Retiro de valor.
Educação, dom, letra de aurora...
Lembrança pura, saber mestre e doador.
Retirolândia, meu canto santo!
Espaço aberto de ternura, luz e pão!
Descanso nobre, que espelha a vida...
Louvor contente, parte do meu coração!

Refrão

Retirolândia, em ti, brotou a paz.
Da esperança, um recanto vivaz.
Salve a amada, cidade divina!
Tu és torrente de beleza cristalina!