Santa Rita do Passo Quatro
Hinos

Salve, pérola meiga e formosa
Engastada na crista da serra!
És a jóia mais fina e preciosa,
No mais lindo recanto da terra!

Relicário dos sonhos ardentes
Que embalaram os teus ancestrais,
Os teus filhos te adoram frementes,
Quem te vê, não te esquece jamais!

Vibre em ti sempiterno idealismo
Que teu povo alimenta e bendiz:
- Harmonia, Cultura e Civismo,
No concêrto da Pátria feliz!

Santa Rita, cidade-poema,
Feiticeira mansão da ventura,
Tens o dom e a vaidade suprema
De aprender quem te sonha e procura!

Sejam música e versos, o orvalho
Que eterniza teu corpo de flor
- Ninho ardente de paz e agasalho,
Paraíso do sonho e do amor!