Homem Ideal
Hugo Pena e Gabriel

Eu sou aquilo que sou
e se quiser me mudar
você vai se arrepender
Pois foi assim que gostou
foi desse jeito que amou
Além do bem e do mal
sou o homem ideal
Não adianta fugir,
não adianta correr
Me procurar por aí
Você não vai encontrar
Melhor você se entregar
Melhor você desistir
Seu lugar é aqui
As loucuras que fiz,
pra te satisfazer
Só pra te ver feliz
pra te dar mais prazer
O banquete de amor
que eu quis te oferecer
Sem vergonha e sem medo
Você não entendeu
você não deu valor
você desmereceu minha prova de amor
Mas se alguém foi vulgar,
esse alguém não foi eu
Meu desejo pediu meu amor, atendeu

De coração tão puro,
eu mergulhei no escuro
E por mais que procure
um outro igual
Pra você serei sempre o homem ideal

De coração tão puro,
eu mergulhei no escuro
E me entreguei, como nunca jamais me entreguei
Só eu sei dos limites que ultrapassei
de tanto que eu te amei

Você não entendeu
você não deu valor
você desmereceu minha prova de amor
Mas se alguém foi vulgar,
esse alguém não foi eu
Meu desejo pediu meu amor, atendeu

De coração tão puro,
eu mergulhei no escuro
E por mais que procure
um outro igual
Pra você serei sempre o homem ideal

De coração tão puro,
eu mergulhei no escuro
E me entreguei, como nunca jamais me entreguei
Só eu sei dos limites que ultrapassei
de tanto que eu te amei,
de tanto que eu te amei, de tanto que eu te amei!