Todo Mundo Era Mau
Igreja Batista da Lagoinha

Todo mundo era mau
E todos os meninos levados
Ninguém obedecia ao papai e a mamãe
Só existiam filhos malcriados

Ninguém compartilhava o pão
Nem abraçava seu irmão
Em cada esquina, em cada quarteirão
Só dava briga e confusão
Todo mundo era mau
E todos os meninos levados
Ninguém repseitava o vovô e a vovó
Só existiam filhos malcriados

Ninguém falava a verdade
Só havia enganação
Tanta mentira e competição
Faltava amor no coração
E Deus se entristeceu
O homem se esqueceu
Do Criador
Do que era bom
Deus se arrependeu
De ter criado o mundo
E resolveu
Destruir tudo