Chuvão
Jackson do Pandeiro

Chuva caiu lá do céu
Todo o telhado molhou
E mesmo assim não impede
De ver rosinha senhor

Vige como é bom
A gente ter amor
Mesmo com chuvão
Não deixo de ver meu amor

E é pra lá, pra lá de bom
E é pra lá, pra lá de bom

Já fiz inté uma promessa
Com minha virgem rainha
Pra ela mais que depressa
Me casar com a rosinha

Se para o ano eu casar
Bem casadinho com ela
As flores que não quis brotar
Elas pro ano estão belas