Meu Veneno
Jackson do Pandeiro

Cantador que atravessar
Vai provar do meu veneno
Vai sim, vai provar
Vai provar do meu veneno
E também não querendo acreditar
Vai morrer com o meu veneno

Essa minha drogaria
Só eu sei como é que é
Tu não duvida Mané
Isso não é brincadeira
E nem é besteira
O veneno é um perigo
Tu não duvida sujeito
Se beber morre ai mesmo
E nem o doutor da jeito

Cantador que atravessar
Vai provar do meu veneno
Vai sim, vai provar
Vai provar do meu veneno
E também não querendo acreditar
Vai morrer com o meu veneno

Meu veneno tem
Carboreto e formicida
Porva com estruiquino
É passado tudo fino
Iodo e permaganato
Levassio, muriato
potassio em ponto pequeno
vinte gramar de arseno
Aguá forte se zicar
Cantador que atravessar
Tem que provar do meu veneno