O Pracinha
Jackson do Pandeiro

Eu tinha dezoito anos quando a patria me chamou
Era forte, bem disposto, cheio de força e vigor
Vocês estão me escutando vejam o que aconteceu
O Brasil entrou na guerra e convocado lá fui eu

Fui no meio de muitos filhos dessa patria tão querida
Pra lutar, morrer, vencer em terra desconhecida
A saudade foi tão grande que eu pensei que nunca mais
Pudesse ver minha noiva, meus irmãos e os meus pais

Mas o tempo foi passado e nada tinha acontecido
Os soldados brasileiros, nenhum havia morrido
Estavam todos descansando quando a noticia chegou
Morro de Monte Castelo o inimigo já tomou

Foi ai que nós entramos para a luta de verdade
O inimigo derrotamos com muita dificuldade
Olha morreu tanta gente, que nem gosto de lembrar
Que fizeram uma cidade, tanto história pra enterrar

Sorte tiveram aqueles que voltarão como eu
Pra contar pra minha gente tudo o que aconteceu
Recebi com muita honra minha condecoração
De uma guerra que ganhamos na Italia de alemão

Fui pracinha brasileiro, na Itália eu lutei
Guerra me deu sangue vivo mas graças a Deus voltei