Proibido No Forró
Jackson do Pandeiro

Quando joca chegou,
Quis entrar no forró ninguém deixou

Ficou a ciscar no terreiro
Com uma peixeira na mão
O joca era um tipo desordeiro
Danou-se a dizer palavrão
No momento saia cada nome
E gritava ai dentro não tem homem
E sem tem pule do lado de fora
Que na hora eu mostro que o pau come

Uma nega que estava no forró
Achou que a coisa tava de mais
Correu dentro e pegou um pau-cipó
E gritou vou tirar os eu cartaz
Quando o povo aquela voz escutou
Muito homem valente desmaiou
E o joca disse eu vou
Essa é mulher macho sim senhor