Rio Quatrocentão
Jackson do Pandeiro

Salve o meu Rio De Janeiro
O minha São Sebastião
Salve o meu Rio vovô
Do tempo do imperador
Meu Rio quatrocentão

Meu Rio antigo
Meu Rio rococo
Meu Rio amigo
Rio de Janeiro antigo
Do tempo da minha avó

Do Lampião de calçada
Da bohemia afamada
Da praça 11, da Lapa
Do velho Estacio de Sá
Tenentes do diabo
Findi anos do passado
Por onde andará

Ari Barroso, Lamartine, o professor
Cacê Noel, cadê senhor
A velha guarda que tem nossa tradição
Ranca a sua homenagem ao Rio quatrocentão