Rojão de Brasília
Jackson do Pandeiro

O brasil esta construindo
Mais uma grande cidade
Que antigamente foi sonho
E hoje é realidade
Ta ficando povoado
Todo o meu brasil central
Riqueza próprias e glória
Trouxe a nova capital
A gente vê em brasília
Estradas que não tem fim
Pergunta para o candango
E ele responde assim:
Aquela vai pra são paulo
Rio grande e paraná
A outra pra pernambuco
E essa vai pro pará
Vai cortando a mata virgem
Que nem o sol penetrou
Ligando de norte a sul
Nosso brasil, nosso amor
O planalto é tão lindo
Que a gente tem a impressão
Que tem ali bem pertinho
O céu encosta no chão
Quem tiver de malas prontas
Pode ir que se da bem
Leve todos os cacarecos
Leve seu xodó também
Vê se você leva aos homens
Porque mulher lá não tem