Maria Rosa
Jamelão

Quem há de dizer
Que quem vocês estão vendo
Naquela mesa bebendo
É o meu querido amor

Reparem bem
Que toda vez que ela fala
Ilumina mais a sala
Do que a luz do refletor

O cabaret se inflama
Quando ela dança
E com a mesma esperança
Todos lhe põem o olhar

E eu dono
Aqui no meu abandono
Espero morto de sono
O cabaret terminar

Rapaz leva esta mulher contigo
Disse me uma vez um amigo
Quando nos viu conversar

Vocês se amam
O amor deve ser sagrado
O resto deixa de lado
Vai construir o teu lar

Palavra
Quase aceitei o conselho
O mundo esse grande espelho
Foi que me fez pensar assim

Ela nasceu com o destino da lua
Pra todos que andam na rua
Não vai viver só pra mim

Palavra
Quase aceitei o conselho
O mundo esse grande espelho
Foi que me fez pensar assim

Ela nasceu com o destino da lua
Pra todos que andam na rua
Não vai viver, não vai viver só pra mim