Cubra Me
Larissa Manoela

Cubra-me, abraça-me
Vem esconder-me em suas asas, oh senhor
Cubra-me, abraça-me
Vem me esconder-me em suas asas, oh senhor
Não me deixe ir sem que eu receba da sua graça, do seu amor

Se o medo inundar meu coração
Tentando me impedir de avançar e prosseguir
Fazendo-me pensar que é pouco o meu valor
Me lembrarei de tudo o que me prometeu

E é quando mais eu te quero
E é quando mais eu necessito
Ouvir tua doce voz dizendo: "eu estou aqui"

Cubra-me, abraça-me
Vem esconder-me em suas asas, ooh senhor
Cubra-me, abraça-me
Vem me esconder-me em suas asas, oh senhor
Não me deixe ir sem que eu receba da sua graça, do seu amor