A Polícia
Léo Canhoto e Robertinho

(falado)
" - Ei você ai isto aqui é um assalto moro, vai passando a grana pra cá, vamo logo, vamo logo...
- Mas vocês não podem levar o meu dinheiro
- Quem falou que não podemos? Você trabalha e nós ficamos com a grana ta legal?
- Mas isso não é justo!
- É justo sim malandro, o que não é justo é pijama de velho moro?
- Mas eu tenho família pra sustentar
- E o que é que a gente tem com isso?toma pega o dinheiro dele depressa.
- É pra já chefe....
- Xii pessoal vamo se mandar a justa vem ai.
- Não corram não seus malandros vocês estão presos! subam no carro vamos depressa pra cadeia, vamos logo, vamos, vamos.
- Que gelada
-Vixi Maria
-Xii lá vou eu ver o sol nascer quadrado outra vez
-Aee...lá na cadeia a gente conversa ta bom?"

Nessa canção vamos mandar aquele abraço.
Para a Polícia, que luta com amor.
Ao policial que enfrenta a morte com coragem.
Defendendo o justo de todo malfeitor.

Para a Polícia não há nada difícil
Não há mistério que não tenha solução.
Para a justiça não há crime perfeito!
e o criminoso tem que ir para a prisão

O policial deixa de lado a brincadeira
Quando ele vê que o negócio é pra valer.
Se for preciso derrama seu próprio sangue.
Lutando assim no cumprimento do dever.

Para a Policia vai nosso aperto de mão
E para Deus, um pedido especial.
Quero que Deus ampare nossa polícia.
Em sua luta dia e noite contra o mal!