Alucinação
Léo Canhoto e Robertinho

A idéia de te ver em outros braços
Me enlouquece, me tortura, me fascina
Dá vontade de pegar a minha máquina
E voar a duzentos por hora.

Bebo um trago de wisky ou de cachaça
Para esquecer o ciúme que me consome
Mas parece que aí vejo teus lábios
Se abrindo para beijar outro homem.

Ligo a chave do meu automóvel e saio sozinho
Pela estrada sigo deslizando, voando baixinho
Querendo de pressa chegar e abraçar tudo o que é meu
Ô, ô,ô,ô minha querida não viverei sem os carinhos teus.