Beliscão de Amor
Léo Canhoto e Robertinho

O meu amorzinho esta de mal comigo
Ela não devia me fazer assim
Só por que me viu conversando com outra
Ficou bravinha com raiva de mim.
Domingo a tardinha fui falar com ela
Mas a malvadinha não me deu atenção
Gosto muito dela, mas fiquei furioso
Pra vê-la chorando dei-lhe um beliscão

Sai pela estrada triste aborrecido
Eu sentia medo de perder meu bem
A tardinha toda ela muito chorou
Pensando que ia me perder também.

A noite voltei pra fazer serenata
Contei pra ela com minha guitarra
Mais ele me disse ainda chorando
Que não mais queria ver a minha cara.
No outro dia me pediu desculpa
Falou-me que ainda era meu benzinho
Ela então me disse que um beliscão
Quando é de amor não dói nenhum pouquinho.

Gosto muito dela por ser teimosinha
Faça ela chorar só porque acho graça
Eu brigo com ela pra vê-la bravinha
Depois dou-lhe um beijo e a brabeza passa.