Cachorro Amigo
Léo Canhoto e Robertinho

Um certo homem que morava no sertão
Tinha como estimação seu cachorro bem ligeiro
Por todo lado que esse homem caminhava
O cachorro lhe acompanhava, era um fiel companheiro.
Foi derrubando aquele selva bravia
Só tinha em sua companheira, Deus no céu e seu cão.
Quando perigo rondava pelo escuro
O cachorro dava duro para salvar o patrão.


Por muitas vezes o cachorro foi ferido
Pelos animais bandidos que ameaçavam seu trono
Porem na luta ele nunca fracassou
Sua vida ele arriscou pra salvar o seu dono
Quando as feras da casa se aproximavam
O cachorro ataca as feras iam fugindo
Até parece que ele queria falar
Não cheguem neste lugar, o meu patrão esta dormindo.

Porém os anos passaram-se lentamente
O cão velho ficou doente se arrastando pelo chão
E o seu dono ficou rico fazendeiro
Do cachorro companheiro não precisava mais não
Vendeu as terras que o cachorro ajudou formas
Para ir pra outro lugar viver a vida sossegado
Pegou a mudança, ainda disse num segundo
Fica aí, cão vagabundo vira-lata esfomeado.

O cão olhava seu patrão se afastando
Lágrimas iam rolando caindo dos olhos seus
Ele pensou: - oh, que ingratidão
Agora vi que o meu patrão é mais cachorro do que eu.