Inverno Cruel
Léo Canhoto e Robertinho

Onde esta você neste exato momento
Será que está rindo ou esta chorando
Será que você se lembra de mim
Ou será que em outro esta pensando

Em nosso jardim já não existem flores
O cruel inverno tudo devorou
Com a sua ausência que tudo ruiu
Só o seu lugar continua vazio
Do mesmo jeitinho que você deixou

Não me envergonho em dizer querida que muito te amo
Não me envergonho em dizer meu anjo que muito te quero
Se eu fosse você voltaria pra mim no primeiro trem
Pois eu não consigo te esquecer meu bem
Daqui não saio, aqui te espero