Que o Mal Paguem Elas
Léo Canhoto e Robertinho

Tenho que esquecer o amor
Que me causa tanta dor
Já chorei demais amando
Eu não quero vê-la mais
Pois prefiro não lembrar para seguir sonhando
Também já vivi assim
Por aí tive um amor que brincou demais comigo
Minha alma se fechou
Tão ferido me deixou e se foi sem ter motivo

Então quero lhe falar se me aceita como amigo
Siga em frente seu caminho, outro amor pode chegar
Pois vem, meu querido amigo, pra uma conversa qualquer
Mas, por Deus, me dê um abrigo
Me encontre um maneira de esquecer essa mulher

Te convido, amigo, dividirmos as mágoas
Esquecemos de tudo, vão rolar estas águas
Tentaremos, amigo, não lembramos mais delas
Fez com você e comigo e que o mal paguem elas