Quem Vê Cara, Não Vê Coração
Léo Canhoto e Robertinho

Eu não queria namorar você
Tinha medo de ficar apaixonado
Eu já sabia do seu costume
E fazer de bobo os seus namorados.
Você vivia só no meu caminho
Com seu jeitinho me acostumei
O seu sorriso me enfeitiçou
Em pouquinho tempo me apaixonei.

O nosso amor durou tão pouco tempo
Você já viu que eu estava enganado
Quando falei em casamento
Você deixou-me abandonado.
Agora vivo sem os seus carinhos
Chorando baixinho sempre a sofrer
Eu já sabia que não dava certo
E bom que eu sofra para aprender.

Adeus ingrata vou partir chorando
Comigo levando sua ingratidão
Talvez um dia o seu orgulho
Faça o seu pranto cair pelo chão
Não quero mais amar ninguém na vida
Porque eu já tive essa boa lição
E muito certo aquele ditado
A gente vê cara e não vê coração.