Tim Tim Por Tim Tim
Léo Canhoto e Robertinho

Quem quiser beber por minha conta
Sente aqui comigo nesta mesa
Não precisa fazer cerimônia
Pode beber que pago a despesa
Por favor meu amigo garçom
Me perdoa se eu hoje aprontar
Não se zangue por que eu pago tudo
Tim tim por tim tim daquilo que eu quebrar.

Venho vindo de uma casa
Onde mora o meu amor antigo
Só que hoje meu bem se escondeu,
Se escondeu pra não falar comigo.
Nesta hora estou sentido
Um farrapo um verme a toa
Não sou nada por que nesse instante
Fui trocado por outra pessoa
Minha vida já não vale nada
Tudo agora perdeu o esplendor
Para mim nada mais importa
Depois que perdi o meu querido amor.