A Fumaça do Cigarro
Lourenço e Lourival

A dama de vermelho me fez companhia
Ontem à noite até alta madrugada
Proporcionou-me muitas horas de alegria
Para depois deixar minh'alma apaixonada.
Pensei que o brilho dos seus olhos risonhos
Fossem agora iluminar o meu caminho
Mas tudo isso aconteceu como num sonho
Em plena festa outra vez fiquei sozinho

Ela saiu apenas para retocar
A maquiagem do seu rosto encantador
O que houve eu não posso acreditar
Morro de raiva maldizendo aquela flor
Ela saiu sozinha em seu carro
Fiquei sabendo depois pelo porteiro
Que ela sumiu como a fumaça do cigarro
Que ela deixou queimando no cinzeiro