Amante da Ternura
Lourenço e Lourival

Você vive batendo com a língua nos dentes
Dizendo que eu não presto e de mim tem pavor
Porém eu sou aquele o mesmo de sempre
Amante da ternura irmã gêmea do amor

Eu sou a sua história embora diga não
Se fala mal de mim é por consolação
Eu sou o teu passado, presente e futuro
Por isso até juro que ainda é meu teu coração

A tua falsidade tem culpa de tudo
E agora está sofrendo por mim desprezada
Agora teu sorriso é triste e mudo
Levando pela vida despeito e mais nada