Beijo Inocente
Lourenço e Lourival

Aquele beijo Inocente que numa noite
Roubei dos seus lábios virgens minha querida
Tão puro e sublime era aquele beijo
Eu nunca pensei que fosse mudar-lhe a vida

Porém na doce ilusão dos seus quinze anos
Na febre daquele beijo fosse vencida
E outros lábios beijando caindo sempre
Aos poucos se transformando numa perdida

E hoje ao contemplar o sofrimento seu
Eu sinto que fui eu primeiro a lhe beijar
E entre mil amores jamais há de encontrar
A mesma sensação do primeiro beijo a luz do luar 2x