Caboclo Feliz
Lourenço e Lourival

Querumana

Meu sitio é um paraíso de belezas multicores
Cercados por lindas matas e campos cheios de flores
No azul do infinito tem mais brilho o luar
Parece que até a lua quando no infinito flutua vai ali pra descansar.

Meu pedacinho de chão cenário de rara beleza
Com amor foi projetado pelas mãos da natureza
Lá os passarinhos fazem seus ninhos no meu pomar
Contente a passarada no romper da madrugada cantam pra despertar.

Espingarda lá não tem, caçador lá não aceito
Por isso os passarinhos lá gorjeiam satisfeitos
Saracura, inhandu, juriti e codorninhas
De janeiro a janeiro comem lá no meu terreiro misturado com as galinhas.

A minha casa singela é sempre abençoada
Me sinto feliz dentro dela ao lado da mulher amada
Em minhas preces não deixo de agradecer ao senhor
Por tanta tranqüilidade e tanta felicidade, tanta paz e tanto amor.