Carta Anônima
Lourenço e Lourival

Hoje recebi uma carta, mas não sei quem me escreveu
Tinha tantas coisas lindas, confesso que me comoveu
Dizendo que há tempos me ama
Mas é segredo e não pode revelar

Passa o tempo que passar esteja onde estiver
Para sempre eu hei de te amar
Passa o tempo que passar esteja onde estiver
Para sempre eu hei de te amar

Quem será que escreveu essa carta sem seu nome
Não é justo jogar assim com um homem
Fazendo brincadeiras de amor
Quem será que tem coragem de usar os sentimentos
Fazer um homem perder todo o seu tempo
Pode escrever, mas ponha nome, por favor

Quem será que escreveu essa carta sem seu nome
Não é justo jogar assim com um homem
Fazendo brincadeiras de amor
Quem será que tem coragem de usar os sentimentos
Fazer um homem perder todo o seu tempo
Pode escrever, mas ponha nome, por favor