Drive-in
Lourenço e Lourival

Não tenha medo querido de entrar no drive-in comigo
Pois entre quatro paredes o amor corre perigo.
Na rua é mais arriscado, se alguém com a mão no gatilho.
Nos surpreende no carro vai acabar nosso idílio.

E a luz vermelha na porta
Sinal aberto pra nós
Quando estivermos juntinhos
Eu lhe direi enfim, sós.

Fica par lá da esquina o drive-in que nos espera
Essa ansiedade meus pés, mais o meu carro acelera.
Quando estivermos lá dentro esqueça o mundo lá fora
Ha de achar tão divino e nem quer mais ir embora.