Filha de Maria
Lourenço e Lourival

A menina que eu amo vive presa num convento
Ela sofre, eu também sofro, nossa vida é um tormento
Ela é filha de Maria
Mas se ela quisesse um dia, nós unia o casamento

Pra mim ver a moreninha já usei todo argumento
A Madre Superiora não me dá o consentimento
Se amar sei que é pecado
Mas eu vivo apaixonado pelo seu comportamento

Aquele rosto moreno não me sai do pensamento
Ela também tá sofrendo e de mim não esquece um momento
Não posso ter alegria
Ela é filha de Maria e não quebra o juramento