Minha Mocidade
Lourenço e Lourival

Não podendo mais resistir a saudade
Vou tentar rever minha terra querida
Onde eu vivi toda a mocidade
Os primeiros sonhos da minha vida
Parei um pouquinho no alto da serra
Que lindas paisagens de doces lembranças
Ao ver a casinha aonde eu nasci
Cheguei me sentir novamente criança

Eu desci correndo os campos floridos
Sentindo das flores o mesmo perfume
Onde todas as noites com os amiguinhos
Corríamos tanto atrás de vaga-lumes
Cheguei na lagoa que desilusão
O meu coração se encheu de amargura
A minha alegria transformou-se em mágoa
Quando eu vi nas águas minha figura

Perguntei chorando à linda lagoa
Onde está aquele menino feliz
Onde em suas águas pescou de canoa
E nos verdes campos caçava perdiz
Onde que foi aquele moço forte
Que fez touro bravo rolar no capim
Esta voz cansada que esta ouvindo
Sou eu sentindo saudade de mim