Os Tres Boiadeiros
Lourenço e Lourival

"Essa é história de três amigos que trabalhavam no serviço de tocar gado Eu, Zé Rolha e Chiquinho

Viajando... Pela estrada
Zé Rolha na frente, tocando o berrante
Chamando a boiada
E Chiquinho sempre do lado Tomando cuidado
Distraindo o gado nas encruzilhadas
E nós três vivia Tocando boiada E nos três vivia tocando boiada
Mas um dia Numa invernada
Deu uma trovoada, uma aterrissada
E o gado estourou
Nesse dia Morreu Zé Rolha
Caiu do cavalo
Foi dentro do valo e boiada pisou

No domingo, dia de rodeio
Chiquinho bebeu, não me obedeceu E pulou no picadeiro
Num relance, atirei na rês
A vaca tremeu, e no pulo que deu
Matou o companheiro
Eu fiquei sozinho Tocando boiada
Eu fiquei sozinho Tocando boiada

Viajando... Pela estrada
Não toco berrante, nem vejo adiante os meus companheiros
Deste trio, fiquei sozinho
Em toda cidade, o povo pergunta
Dos três boiadeiros

Eu fiquei sozinho Tocando boiada
Eu fiquei sozinho tocando boiada