Palhaço do Teu Amor
Lourenço e Lourival

Já sei de tudo que você anda dizendo
Que me namora pra encher seu tempo vago
Que meus carinhos fazem lembrar seu predileto
Em meu calor você sente seus afagos
Desta maneira já sou um palhaço duplo
Que diverte a platéia sem ser pago
Caiu por terra todo meus sonhos e planos
Você causou em minha vida um grande estrago.

Virei brinquedo de uma criança louca
Que ao receber o seu presente alegre chora
Mas, quando alguém lhe dá outro mais bonito
Fica com pena de jogar o primeiro fora.

Vamos fechar as cortinas desse palco
Nesta cena não quero mais ser otário
Deixo de ser o palhaço da comédia
Que você registrou em seu diário.
Fui o primeiro em sua alma inocente
E quero ver quem vai provar o contrário
Eu a quis muito, mas você preferiu outro
Marquei a conta inaugural do seu rosário.