Pé de Meia
Lourenço e Lourival

Só acha é quem campeia, era fazer meu pé de meia
Casei com uma mulher feia, pior do que uma macaca
Pra mim não morrer à mingua, eu ajudei essa íngua
Tem até calo na língua fala mais que uma matraca
Ela trela a desgrama, se seu corpo entra em chama
Ela me leva pra cama, me chama na catraca

A cabeça é um aeroporto, muita pelanca no corpo
O nariz cumprido e torto parece uma maritaca
As pernas cheia de nó, tem um papo no gogó
Na boca um dente só, pontudo igual uma estaca
Não tenho a língua maldosa, pra encurtar essa prosa
As orelha da feiosa parece orelhas de vaca

É cabeçuda também, verrugas tem mais de cem
Cada seio que ela tem e maior que uma jaca
Quando ela sente paixão, é igual um furacão
Eu mostro que sou machão na hora que ela me ataca
À noite a gente se rela, beijo a boca banguela
Quando eu faço amor com ela amanheço de ressaca

Esta mulher é um perigo, quando ela briga comigo
Eu protejo meu umbigo, pois ela puxa na faca
Mas o negocio é o seguinte, sou um homem direitinho
Eu só ando de D-20, com a grana na guaiaca
Acabou meu desespero, hoje sou um fazendeiro
É por causa do dinheiro. Que aguento esta boiaca