Pingos de Amor
Lourenço e Lourival

Eu não obrigo a ninguém ter que me ouvir
Sei que você não interessa o meu lamento
Ninguém tem culpa de sentir-me infeliz
É que falando me distrai o sofrimento
Não precisava revelar tudo o que sinto
Meus olhos dizem o que não sei explicar
Meu rosto é triste e sobre ele aparecem
Pingos de lágrimas que alguém me faz chorar.

Vejo na rua os casais de namorados
Que em sorriso passam felizes por mim
E eu me encontro tão sozinho abandonado
Sem conseguir jamais de ser assim
Se meu sorriso não simpatiza a ninguém
Pior será chorando assim como estou
Mas acontece que não posso me conter sem chorar
Depois que tudo que sonhava terminou.