Pranto Em Cima de Pranto
Lourenço e Lourival

Nos caminhos por onde andei aconselho você não andar
O chão está todo molhado você pode escorregar.
Não quero que você caia para não se machucar
Molhei o chão com tanto pranto que tão cedo não vai secar.
As lágrimas que derramei foi você que me fez derramar
Chorei ontem, chorei hoje, amanhã também você vai chorar.

Quem é que não tem uma dor escondida
Quem é que não esconde uma paixão
Quem é que não esconde um grande amor
No cantinho do seu coração.