Que Ela Se Mude Até Para o Inferno
Lourenço e Lourival

Era um lugar indiscreto pra gente honesta
Noturnamente havia festa, mas para isso eu nunca liguei
Ao terminar a aula às onze horas
Tomava um carro e ia embora só uma coisa jamais pensei.

Em um final de aula me convidaram
Os meus colegas me obrigaram a ir até aquele salão
Eles sabiam tudo que eu ia ver
Sorriram tanto de meu sofrer, despedaçando o meu coração.

Juro que eu fiz de tudo naquela noite pra não chorar
Perto de um colega que insistia tanto em me mostrar
O que meu bem fazia e o que dizia para o rapaz
Febre igual aquela eu peço adeus para não passar mais.

Ela mudou em tudo, mudou de ensino,
Mudou a vida e o destino, mudou também o modo de amar.
Ela mudou pra sempre meu sonho eterno
Que ela mude até pro inferno, pois nunca mais vou lhe procurar.

Vejam se não é triste a minha história
Amei, lutei para ter vitória e ela mesma me derrotou,
Dei um adeus aos olhos e em tempo olhei
Aquele rosto que eu adorei e só a magoa em mim deixou.