Quem Pode, Pode
Lourenço e Lourival

Quem pode, pode, que não pode se sacode
Eu não sei se você sabe que ficou melhor pra mim
Quem pode, pode, que não pode se sacode
Você tá podendo muito, nunca vi poder assim.

Ao encontrar com você ontem de madrugada
Confesso me emocionei ao te ver bem arrumada;
Com brinco brilhante, roupa linda que só vendo
Eu fiquei ali te olhando
Surpreso imaginando como deve estar podendo.

Você não podia antes do jeito que pode agora
E cada dia que passa o seu poder só melhora
Quando eu voltei pra casa já estava amanhecendo
Mas muito feliz da vida
Ao te ver toda metida, como você ta podendo.

Dize que o bom começo ta na forma do poder
Você ta podendo muito todo mundo pode ver;
Se continuar assim ninguém lhe passa par atraz
Tão cheirosa e elegante
Você já podeo bastante e hoje pode muito mais.