Retrato de Mãe
Lourenço e Lourival

Retrato de Mãe

Eu me vejo neste mundo tão sozinho
sinto a tristeza tomar conta do meu peito
por companheiro eu so tenho um retratinho
que sempre esta na cabeceira do meu leito
com um soluço embargado na garganta
sinto uma lágrima brotar dos olhos meus
este retrato que eu adoro é de uma santa
é minha mãe que foi morar junto com Deus

E no delírio me parece que escuto
uma voz reclamar dentro de mim
é o lamento do meu coração de luto
que suspira por me ver sofrendo assim
eu sinto tanta a tua falta mamãezinha
tenho razão de lamentar a minha sorte
porque a riqueza e a alegria que eu tinha
foi destruída pala ingrata e fria morte.

Igual a mãe que chorando perde um filho
sinto no peito um coração todo em pedaço
meus olhos triste de chorar perderam o brilho
como as estrelas que se apagam no espaço
ó mamãezinha o meu viver não tem mais calma
esta saudade pouco a pouco me devora
o meu consolo é rezar pra sua alma
e abraçar o retratinho da senhora.