Roubei Uma Casada
Lourenço e Lourival

Comprei um carro na praça que estava bem conservado
Com quatro pneus novos que pouco tinham rodado
Dei um repasso no freio pra viajar mais sossegado
Pus gasolina no tanque e sai acelerado
Pra roubar uma casada que eu já tinha combinado!

Em frente a casa dela pus o carro na calçada
Dei um toque na buzina, ela saiu na sacada
Assim que ela me viu, correu e desceu a escada
Com duas malas na mão, me falou dando risada
Vou levando as minhas jóias pra você vender na estrada!

Ela me falou tristonha "uma coisa eu vou deixando
É um lindo garotinho, que ficou no berço chorando"
Respondi no pé da letra, "vai buscar que estou mandando
Coitadinho não tem culpa, nós dois acaba criando"
Pus mãe e filho no carro e pro mundo saí rodando!

Ela deixou seu conforto num prédio lá na ladeira
Com telefone na mesa e rádio na cabeceira
Com televisão na sala pertinho da cristaleira
Deixou vinho e champanhe e frutas na geladeira
Pra fugir com um boiadeiro e levar a vida campeira!

A dona era casada, esposa de um ricaço
Ela mandou um telegrama, gastou dinheiro no espaço
Avisou toda cidade pra me verem no embaraço
Mais um peão viajado não pode cair no laço
Com toda a minha pobreza, pus um rico no fracasso!